E desde que eu te esqueci, tá tão bom sem você, te esquecer fez tão bem por aqui.

Clarice Falcão.  (via romanteios)

— Nada de café?
— Não gosto de café.
— E tem algo de que a senhorita goste? — Ele pergunta, seus olhos doces e maliciosos pairando sobre os meus. Eu olho incapaz de me expressar. Por alguns instantes, que me pareceram horas, minha voz some em algum lugar da minha garganta. O chão parecia mover-se sob as minhas pernas bambas. Engoli em seco. Ele só te fez uma pergunta qualquer, sua burra, meu subconsciente grita, tremendo as paredes do meu cérebro.
— Livros — eu respondo, firme, dura, mas por dentro, sussurro, para ele não ouvir: Você! Eu gosto de você.

50 Tons de Cinza.    (via reaprendeu)

Anota aí: nada de tristezas daqui pra frente.

Taylor Swift   (via reaprendeu)

Pra que, sofrer com despedida? Se quem parte não leva, nem o sol, nem as trevas. E quem fica não se esquece, tudo o que sonhou, eu sei. Tudo é tão simples que cabe, num cartão postal. E se a história é de amor, não acaba tão mal.

Rita Lee.    (via reaprendeu)

Cultive, cuide, queira o bem. O resto vem.

Caio Fernando Abreu.   (via reaprendeu)

Quando os adultos dizem: “Os adolescentes se acham invencíveis”, com aquele sorriso malicioso e idiota estampado na cara, eles não sabem quanto estão certos. Não devemos perder a esperança, pois jamais seremos irremediavelmente feridos. Pensamos que somos invencíveis porque realmente somos. Não nascemos, nem morremos. Como toda energia, nós simplesmente mudamos de forma, de tamanho e de manifestação. Os adultos se esquecem disso quando envelhecem. Ficam com medo de perder e de fracassar. Mas essa parte que é maior do que a soma das partes não tem começo e não tem fim, e, portanto, não pode falhar.

Quem é você, Alasca?   (via delator)

Fica com a amiguinha enquanto a namorada tá precisando de ajuda, ok né.


Não se trata de estar certo ou errado. Sabe quantas vezes eu estava certo e mesmo assim tive que pedir desculpas?

Todo Mundo Odeia o Chris.  (via reforcei)

infinito-silencio ©